Onze Contos, de Will Monteath

Meu primeiro contato com o autor nacional Will Monteath foi através do seu romance Tulipas Azuis. Ontem, passeando pelo catálogo do kindle unlimted me deparei com o “Onze Contos” do mesmo autor e fiquei curiosa para conhecer suas histórias curtas, então iniciei a leitura.

Foi uma leitura bastante rápida, pois os onze contos presentes nesse livro são bem curtos, acredito que não levei mais que uma hora para lê-los. Algumas histórias são divertidas, outras carregam um humor bastante perspicaz, outras proporcionam reflexões.

Meus favoritos foram os contos "O homem limpo" e "A poupança de Gleice" que me fizeram pensar sobre a brevidade da vida, sobre as inquietações humanas, sobre nossa necessidade de mudança e de nos reinventarmos para nos sentirmos vivos, sobre como o ser importa mais que o ter. E, sobretudo, a importância de apreciarmos os caminhos que nos levam a algum sonho ou objetivo.

"Prisão domiciliar" e "Meu amigo Conrado" foram contos que me fizeram dar risada, o que foi bom, pois há tempos não me dedico a leituras leves. O "Novo por aqui" apesar de cômico é também trágico, pois nos faz pensar sobre nossa situação política atual, não muito animadora.

O projeto gráfico do livro está lindo com ilustrações (de Stefano Lolli) na capa que já indicam o conteúdo dos contos. E, no miolo do livro, no início de cada conto temos uma ilustração que combina com a história que leremos.

Fica a minha sugestão de uma leitura rápida, leve e interessante. Aproveitem que o livro está disponível no kindle unlimited e conheçam os contos do autor.


Obrigada por acompanhar o canal e o blog. Qualquer dúvida ou sugestão deixe nos comentários ou me encontre nas redes sociais.



Amanda Azevedo

0 comentários:

Postar um comentário